sexta-feira, 14 de março de 2014

Pré-adolescentes – Lição 11: Sem Estresse! (DINÂMICA)

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou e-mail.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associada a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 – Agora, vocês iniciam o estudo do tema.
- Falem: A lição de hoje tem como título “Sem Estresse!”
- Depois, utilizem a dinâmica “A Bagagem”.
- Em seguida, trabalhem os pontos levantados na lição. Procurem buscar a participação dos alunos durante a aula.
- Para concluir, leiam o texto “Não faça dos Outros o seu Bode Expiatório”, que proporcionará a reflexão sobre atritos familiares causados por situações de estresse, ansiedade.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: A Bagagem

Objetivo: Refletir sobre o que pode causar a ansiedade, as ações para minimizá-la e afirmar a confiança em Deus.

Material:
01 mochila e pedras grandes
Observação: as pedras cabem dentro da mochila.

Procedimento:
- Organizem os alunos em círculo.
- Coloquem no meio do círculo uma mochila vazia e as pedras.
- Perguntem: O que tem trazido medo, preocupação, ansiedade para vocês?
Para cada resposta, o aluno deverá pegar uma pedra e colocar dentro da mochila.
- Depois, solicitem para que um aluno pegue a mochila, coloque-a nas costas e ande dentro do círculo, pelo menos duas vezes. Com certeza ele terá dificuldade em conduzi-la devido ao peso e o incômodo em carregá-la.
- Depois, falem: O que significa andar em círculo?
Significa que a pessoa não encontra saída para a situação que está lhe perturbando.
- Então, falem: Nós, muitas vezes, estamos carregando fardos enormes. E não encontramos saídas. Mas, este fardo pode ser diminuído, aliviado. De que forma?
Aguardem as respostas. Observem atentamente cada uma delas. E enfatizem também as ações a seguir: fazer planejamento, buscar apoio na família, conversar com amigos, orar, ler a Bíblia, cultivar a fé, confiar em Deus, manter-se envolvido com o trabalho da igreja, participar dos cultos, ter momentos de lazer.
- Leiam:
1 Pedro 5.7: “ Lançai sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós”.
Mateus 11:30: “Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve”.
- Por fim, solicitem que o mesmo aluno esvazie a mochila, simbolizando o alóvio do fardo e confiança em Deus.  Depois, façam uma oração pelos alunos.
Por Sulamita Macedo.

Texto de Reflexão: Não Faça dos Outros o seu Bode Expiatório
            Jorge trabalhava numa firma, era cumpridor de seus deveres, mas seu patrão nunca o elogiava. Um dia Jorge cometeu uma pequena falta e foi muito humilhado pelo patrão.
            Chegou em casa e, estando sua esposa atrasada com o almoço, Jorge descarregou toda a sua raiva em cima dela, dizendo-lhe tudo o que tivera vontade de dizer para seu patrão quando fora humilhado. Desabafou para a esposa:

            - Eu trabalho sem descanso, nunca deixo de cumprir meu dever e agora, quando chego em casa, nem mesmo tenho o que comer...
            Ele se dirigia à esposa, mas era a seu patrão que ele estava querendo agredir.
            A esposa, muito chateada, calou-se, mas não se conformou. Quando seu filho chegou da escola cansado e colocou seu material em cima do sofá, ela desabafou:
            - Você não reconhece todo o meu trabalho, o meu cansaço, e vai jogando suas coisas em qualquer lugar...
            Na verdade não estava dizendo isso para seu filho e sim para seu marido.
            O menino subiu para seu quarto e, quando abriu a porta, lá estava o cachorro deitado em cima de sua cama. Deu um chute no cachorro, gritando:
            - Você fica deitado em qualquer lugar, está sempre no meu quarto tirando meu sossego!
            Não estava querendo dizer isso para o cachorro e sim para sua mãe.

Autor desconhecido.

Fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...